News

Acenture e Avanade mostram nova proposta para gestão de saúde corporativa

A Accenture e a Avanade realizaram na semana passada, em São Paulo, a terceira edição da Health Industry Solution Week, cujo tema este ano foi a saúde corporativa, que precisa caminhar para a chamada 4ª onda, que preconiza a gestão de saúde individualizada.

Ela exige que as empresas busquem modelos de saúde alternativos, uma maior interação com seus colaboradores, traga bem estar ao colaborador e familiares, redução de custos, diminua o absenteísmo e eleve a produtividade, entre outros benefícios. Ou seja, mudar os sistemas de gestão de pessoal por uma plataforma orientada a dados de diferentes fontes, que permitam novos modelos de análises e  melhores práticas, promovendo a transformação digital no  relacionamento com colaboradores.

Para chegar a esses objetivos, a Accenture e Avanade, em parceria com Microsoft, Phillips (Tazy), Flowing, IBM Watson e Softline, mostraram a mudanças práticas que a transformação digital traz para a gestão corporativa de saúde por meio de demos, que simulam o frequente desafio enfrentado pelas companhias atualmente.

As demonstrações apresentam dois cenários, sendo um deles dedicado à gestão da saúde corporativa por meio de recursos digitais, através a criação de um dashboard com dados de analytics, onde a equipe de profissionais de recursos humanos pode  analisar o quadro de funcionários com uma nova visão integral, que a flexibilidade de comparação de dados (Big Data) possibilita.

Com esses indicadores, a empresa pode motivar o engajamento e melhorar a qualidade de vida dos colaboradores e, consequentemente, melhorar o ambiente de trabalho, pois os mesmos podem sentir que a empresa está dando apoio para melhorar não só seu bem estar, mas também em momentos que podem ser considerados críticos.

Um exemplo é quando um funcionário descobre que tem uma doença grave, que exige tratamento caro e complexo, que o deixa paralisado e com muitas dúvidas e incertezas sobre quais procedimentos adotar. Nesse caso, a empresa pode apoiá-lo com todas as informações disponíveis na plataforma, com a devida privacidade, para agilizar os tratamentos médicos necessários e ajudar a pessoa a passar rapidamente por esse período difícil.

Num ambiente montado com uma “garagem de soluções” outras demonstrações desenvolvidas por startups de área de saúde, mostravam como novas aplicações que poderiam ser integradas na plataforma de gestão da saúde.

A Flowing, por exemplo, mostrou um sistema voltado para o monitoramento da saúde e incentivo à mudança de hábitos (que em breve estará disponível nas lojas da Apple a Android) que estimula o cuidado com a saúde não só dentro do ambiente de trabalho, mas também fora dele. Promove o engajamento interno e a conscientização de cada usuário com relação à sua saúde, usado recursos como gamificação, entre outros. Também apresentou a plataforma Colaboradores, que simplifica a gestão de parcerias e convênios empresariais.