News

APT de língua chinesa que visa organizações farmacêuticas é detectado

Os pesquisadores da Kaspersky Lab descobriram evidências de uma tendência emergente e alarmante: atores de ameaça cibernética cada vez mais avançados estão voltando sua atenção para ataques contra o setor de saúde. O  malware PlugX foi detectado em organizações farmacêuticas no Vietnã, com o objetivo de roubar fórmulas de medicamentos valiosos e informações comerciais.

O malware PlugX é uma ferramenta conhecida de acesso remoto (RAT). Geralmente é espalhado por meio de phishing e já foi detectado em ataques direcionados contra organizações militares, governamentais e políticas. O RAT tem sido usado por vários atores de ameaça cibernética de língua chinesa, incluindo Deep Panda, NetTraveler ou Winnti. Em 2013, descobriu-se que o último – responsável por atacar empresas na indústria de jogos on-line – estava usando o PlugX desde maio de 2012. Curiosamente, a Winnti também esteve presente em ataques contra empresas farmacêuticas, em que o objetivo foi roubar certificados digitais de equipamentos médicos e fabricantes de software.

O PlugX RAT permite que os invasores executem várias operações maliciosas em um sistema sem a permissão ou autorização do usuário, incluindo – mas não limitando a – copiar e modificar arquivos, bloquear teclas, roubar senhas e capturar screenshots da atividade do usuário. O PlugX, como acontece com outras RAT, é usado por criminosos virtuais para roubar discretamente e coletar informações sensíveis ou lucrativas para fins maliciosos.

O uso de RAT em ataques contra organizações farmacêuticas indica que os atores de APT sofisticados estão mostrando maior interesse em capitalizar o setor de saúde.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização