News

beeIT lança software para emergências de hospitais

Consolidando-se no mercado como uma especialista no desenvolvimento de inteligência artificial para a área da saúde, a startup beeIT – Sistemas de Saúde, empresa incubada no Centro de Empreendimentos em Informática da UFRGS, apresentará na feira Hospitalar o novo software Salus.

Utilizando como princípio o HumanizaSUS, um projeto criado pelo Ministério da Saúde que visa humanizar o atendimento do SUS, a ferramenta foi concebida para ser implantada em centros de urgências e emergências dos hospitais. Ela atua no levantamento e cruzamento de dados do paciente, do acolhimento inicial, triagem e classificação de risco inteligente, até chegar no atendimento médico.

De acordo com o analista de sistemas e CEO da beeIT, Sandro Pinheiro, o Salus pode reduzir em até 40% o tempo de espera. “Ele representa o que há de mais inovador neste segmento, pois, além de realizar as estatísticas, é capaz de aprender, ao longo do tempo e a partir da interatividade dos profissionais envolvidos, sobre as gravidades de cada caso, sugerindo – ele mesmo – modificações no protocolo de classificação de risco”.

Segundo Pinheiro, já na chegada da unidade de saúde, o sistema é capaz de criar prioridades conforme as informações recebidas sobre a escala da dor. “Isso permite que pacientes com sintomas mais graves possam ser identificados antes mesmos de ter o primeiro contato com o profissional de enfermagem”, explica.

Todos os dados permanecem no sistema, criando um prontuário completo que abrange a evolução da doença, diagnósticos, exames realizados e prescrição de medicamentos. “O Salus pode ser instalado em qualquer sistema de gestão hospitalar, sem a necessidade de customizar funções ou promover alterações físicas de hardware”, considera o executivo.

Durante o uso, pode ser acompanhado nos painéis dos centros de urgência e emergência, nos quais transmite vídeos instrutivos sobre o processo de triagem e a classificação de risco, e informa, ainda, a ordem da fila e tempo médio de espera. Também disponibiliza um aplicativo mobile, integrado ao sistema de gestão, capaz de repassar estes mesmos dados para interessados. “Possibilita, por exemplo, que um acompanhante ou familiar monitore o que está acontecendo com o paciente pelo smartphone, mesmo que não esteja no hospital”, avalia.

Outro diferencial desta ferramenta é o “Botão de Emergência” que fica na tela principal e pode ser acionado por usuários com permissão. “Quando ativado, avisa todos os profissionais do local que uma emergência está em curso. Além disso, informa aos pacientes pelos painéis do hospital que um atendimento importante está acontecendo e que o tempo de espera passa a ser indeterminado, e isso também representa respeito e consideração por quem está aguardando”.

O software já está instalado no Hospital OASE, na cidade catarinense de Timbó, e funciona integrado com o Tasy, software de gestão da instituição. “Diariamente, atendemos mais de 300 pacientes no Pronto Atendimento. A implantação do Salus proporcionou a humanização desse atendimento e acelerou o processo de triagem e classificação se risco”, conta o gestor de saúde e diretor presidente do Instituto Vidas, Richard Choseki.

O executivo destaca que, hoje, os pacientes estão informados sobre o tempo médio de espera através de uma tela colocada na recepção, o que gera menos estresse e uma maior compreensão quando há atendimentos mais graves. “A integração dessa nova ferramenta ao sistema de gestão do hospital facilitou o trabalho do médico e do enfermeiro, pois é um software especialista, focado para este setor e para os profissionais da área da saúde”, finaliza.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização