News

Canoas informatiza rede de saúde municipal

Com a preocupação de agilizar e melhorar a prestação dos serviços públicos de saúde a mais de 340 mil habitantes, a Secretaria Municipal de Saúde de Canoas, município da região metropolitana de Porto Alegre-RS, está implantando as soluções MV para gestão da informação. Algumas etapas do projeto já foram concluídas, dentre as quais, o redesenho do fluxo de atendimento nas 45 unidades de saúde.

Desenvolvido para atender especificamente as necessidades de Canoas, o novo módulo gerenciador de filas organiza por ordem cronológica consultas, procedimentos, demandas de vacinação e odontologia, além de permitir que os profissionais de saúde monitorem o atendimento aos cidadãos e realizem as chamadas por painéis de forma identificada. Isso vem evitando o acúmulo de pessoas nas recepções, problema antes frequente nas unidades da rede.

Outra etapa concluída foi a automação de processos no Centro de Assistência Farmacêutica. Com isso, dificuldades no gerenciamento de medicamentos e perda de tempo com preenchimento de planilhas, deixaram de fazer parte da rotina dos profissionais. As soluções não só facilitaram as movimentações de estoque, a segurança na dispensação e o controle de lote, validade e apresentação dos produtos, como também passaram a contribuir com a otimização dos recursos públicos.

Em relação ao serviço de Imunização, além de acesso ao histórico de vacinação dos cidadãos, a informatização do processo está permitindo que as equipes visualizem o descritivo de vacinas, em que, além de lote e validade, constam dados sobre administração e aprazamento para aplicação de reforço ou outras vacinas.

A MV também está contribuindo para facilitar a emissão do Cartão Canoas Saúde. Utilizado no município desde 2012, o recolhimento de dados para a produção do cartão ocorria de forma manual e isso gerava erros frequentes e demora na emissão. A partir da integração das soluções MV ao Sistema de Cadastramento de Usuários do SUS (CADSUS), o processo ganhou agilidade e garantia de precisão nos dados. Hoje, já são gerados por dia cerca de 400 novos cartões.

Planejado para ocorrer em fases, o projeto da MV em Canoas está atualmente em processo de implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) nas unidades de atenção básica. O objetivo é reunir, em um único ambiente on-line, informações clínicas e assistenciais dos atendimentos aos cidadãos para facilitar o trabalho de médicos e equipes assistenciais, além de garantir mais segurança aos pacientes.

O projeto também seguirá com a implantação de soluções para as áreas odontológica e ambulatorial e para a Central de Regulação, que vai controlar o fluxo de atendimento de forma ordenada e qualificada, evitando a superlotação das unidades de saúde pela distribuição mais equitativa de pacientes. Outra novidade ocorrerá no Teleagendamento. A substituição do sistema já existente possibilitará a total integração com os demais serviços de saúde. Assim, passará a dar mais comodidade aos cidadãos por meio de ligações gratuitas para marcar consultas básicas, ou seja, sem a necessidade de passar longas horas em filas.