News

Cardios lança Conversor SRA para exame que detecta possibilidade de paciente sofrer AVC

A Cardios, empresa especializada no desenvolvimento e produção de aparelhos de Holter e MAPA (Monitorização Ambulatorial de Pressão Arterial), apresenta dois novos produtos durante a Hospitalar 2018, em São Paulo. Em seu estande estarão em demonstração o software Conversor SRA e as novas versões dos software MAPAs e CardioNet DICOM (Comunicação de Imagens Digitais em Medicina) para os exames feitos em seus equipamentos.

O Conversor SRA é um software que converte os sinais eletrocardiográficos gravados no aparelho de Holter da Cardios para serem analisados pelo algoritmo SRA, desenvolvido pela empresa alemã Geratherm/Apoplex. Essa análise pode detectar episódios de Fibrilação Atrial Paroxística (FAP), fator preditivo para o risco de um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Para a análise de SRA (Stroke Risk Analysis), é necessário que o paciente fique com o gravador de holter da Cardios instalado no corpo por apenas uma hora, e não as 24 horas normais para esse tipo de equipamento. Com o Conversor SRA, os traçados de ECG (eletrocardiograma) registrados durante esses 60 minutos do exame são convertidos para serem utilizados no sistema SRA da empresa alemã.

A Geratherm/Apoplex envia para o médico, em poucos minutos, a análise de SRA sob a forma de relatório, que irá acrescer ao diagnóstico daquele paciente que apresenta alto risco de sofrer um AVC.

CardioNet e MAPAs DICOM

Também durante a Hospitalar 2018, a Cardios traz novas versões do software CardioNet e MAPAs DICOM, muito utilizado em hospitais e laboratórios. Com ele, o ciclo dos sistemas de gerenciamento de exames é otimizado, garantindo a confiabilidade e integridade dos dados. Como explica o diretor de Tecnologia da Cardios, José Roberto Moscatelli, “o paciente realiza o exame de Holter ou MAPA em uma unidade conectada a esses sistemas (via internet ou rede interna), o médico recebe os dados, analisa-os no software Cardios e retorna o laudo para os sistemas hospitalares, que ficam disponíveis para acesso online por outros profissionais, onde quer que estejam”.