News

Congresso de Patologia Clínica discute Uso da farmacogenômica em psiquiatria

Nesta terça-feira, 25, acontece o 52º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, que coloca em pauta o uso da farmacogenômica para psiquiatria. O tema será debatido por especialistas, no Centrosul, em Florianópolis. A escolha do assunto foi feita após a observação do aumento significativo de casos de depressão e ansiedade.

A farmacogenômica trata a influência da variação genética na resposta de fármacos no paciente. Segundo a especialista em genética médica e coordenadora da conferência Dra. Renata Minillo, “através de exames laboratoriais é possível que o médico rastreie o efeito da medicação no organismo do paciente, auxiliando a ajuste da dosagem e proporcionando uma terapia absolutamente personalizada para pacientes psiquiátricos, beneficiando milhares de pessoas diagnosticadas principalmente com depressão e ansiedade”.

Os testes genéticos também podem embasar o desenvolvimento de novas opções de fármacos para tratamento. “Ao elencarmos quais genótipos respondem a cada tipo de tratamento, será possível criar novas drogas, que propiciem mais eficácia e menores efeitos colaterais, que hoje são uma das grandes queixas do uso de medicamentos para tratamento dessas patologias”, completa Minillo.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização