News

Dasa anuncia participação na Rede Global de Diagnósticos

Wellington Nemeth-Fotografo

A Dasa anunciou nesta quarta-feira, 10, sua inclusão na recém formada GDN (Global Diagnostics Network, ou Rede Global de Diagnósticos, em português), criada pela Quest Diagnostics, líder mundial em serviços e informações em Medicina Diagnóstica. O objetivo da rede é ampliar o acesso global à ciência, informação, produtos e serviços em Medicina Diagnóstica.

Coletivamente, essa comunidade mundial de líderes de assistência médica está presente países com mais da metade da população mundial em todos os continentes. Além da Quest e da Dasa, os membros fundadores da GDN são Laboratórios Médicos Al Borg, Laboratórios GC [Green Cross], KingMed Diagnostics, Primary Healthcare e Synlab.

Como primeiro resultado dessa associação, a Dasa incluiu em seu portfólio 60 novos tipos de exames e mais 120 serão incluídos até o final do ano. Ao mesmo tempo, através de um acordo de transferência da tecnologia, irá investir na criação de um novo centro de tecnologia para a realização de exames como de espectrometria de massa, que vai substituir exame de lâmina; testes inovadores que usam o liquor da espinha para detecção precoce de Alzheimer, entre outros.

Gustavo Campana, diretor médico de Análises Clínicas da Dasa, que o foco será a oferta de exames para as áreas de doenças causadas pelo envelhecimento; oncologia e neurologia. “Apesar de 60% das doenças mentais no envelhecimento serem devido ao Alzheimer, existem várias doenças adjacentes”.

Outras iniciativas prioritárias incluem a criação de uma rede global de atuação em doenças infecciosas emergentes; a implantação de uma coordenação global para programas de companion diagnostics (que promove a interface da indústria farmacêutica com os exames de medicina personalizada) e, a colaboração em Patologia Digital, com formação de banco de dados global.

“À mediada que formos populando essa base de dados no Brasil, onde a Dasa realiza 5 mil tipos de teste e mais de 250 milhões de exames por ano, vamos somar com a base da dados da GDN, que facilitará a prática de medicina de precisão ou personalizada”, diz Campana.  A Quest, fundadora da GDN, atende anualmente um em cada três adultos americanos e metade dos médicos e hospitais nos Estados Unidos.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização