News

Encontro de Empreendedorismo do Einstein ressalta os desafios atuais da saúde no Brasil

A questão do envelhecimento da população brasileira e os desafios para a sociedade que ela acarreta, foi um dos temas apresentados pela Dra. Thais Ioshimoto, coordenadora do programa de residência médica em geriatria do Hospital israelita Albert Einstein, no Encontro de Empreendedorismo e Inovação em Saúde, realizado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, no dia 31 de outubro de 2018, em São Paulo.

Ela apresentou uma pesquisa mostrando que em 2050, quando teremos 50% da população acima de 50 anos, 23,3% deles dependerá de um parente para seus cuidados; 11,8% sofrerão insuficiência no atendimento; 25,5% dos parentes terão de sair do emprego para cuidar do idoso. O grande problema dessa população são doenças crônicas. “Cada idoso terá 7 ou mais doenças crônicas em média”, explica.

Para cuidar dessa população, ela listou uma série de tecnologias que estão focadas em apoiar os idosos, pois segundo ela, a pesquisa revelou que entre 65% e 80% deles tem smartphones e que 58% deles têm uma visão positiva na adoção de tecnologia, segundo pesquisa da Pew Research.

Ela apresentou soluções nas áreas de medicina preventiva, digital home, gerenciamento, cuidado do pacientes e farmacologia.

Uma dela é o ePSS, um aplicativo desenvolvido para ajudar os médicos de atenção primária a identificar serviços preventivos clínicos apropriados para seus pacientes que usa recursos de Inteligência Artificial; o IBM Watson para tratamento de câncer com mais rapidez; CDSI, um sistema que ajuda no diagnóstico da demência; uso de telemedicina para monitorar pacientes, como o próprio Einstein realiza; Adheretech, solução que monitora se o idoso realmente tomou a medicação, emitindo uma série de alertas para os responsáveis caso isso não ocorra; Abilify my Cite, que acompanha o tratamento com uso do medicamento aripiprazol, que recebe um sensor para monitoramento de pacientes com demência; também mencionou os robôs japonese Paro (uma espécie de animal de estimação que interage com o idoso) e o Pepper que conversa e interage com os idosos.

Segundo ela, também é muito importante que os médicos adotem a soluções digitais pois muitos deles são refratários a ela; e que conversem com esses pacientes, pois muitos não aceitam que os pacientes já venham informados para consulta pelo “Dr. Google”.

Empreendedorismo

Dr. Claudio Luiz Lottenberg, CEO da UnitedHealth Group Brasil e Presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, que fez uma palestra motivadora ao empreendedorismo no evento, citou a questão da sustentabilidade do setor de saúde, que hoje responde por 9% do PIB brasileiros, e que tende a crescer pelo envelhecimento da população. Na Europa também é 9% e nos EUA, 20%. “No Brasil, a inflação médica já ultrapassou duas casas”, ressaltou.

Para ele, a inovação será uma importante ferramenta para mitigar essa situação, motivo pelo qual ressaltou a importância do empreendedorismo para trazer resposta a essa situação. “O empreendedor deve acima de tudo ser um apaixonado pela sua ideia, o que não significa que não deve ser economicamente viável. Mas quando recebo propostas de empreendedores, antes procuro saber qual contribuição ele pretende oferecer e sem tem “aquele sangue nos olhos” que caracteriza um apaixonado pelo seu projeto. Não uma planilha Excel, que a aceita quaisquer números”, enfatizou.

Segundo ele, outra questão que deve endereçar o problema econômico da saúde é o engajamento do paciente, que como cidadão deve valorizar e acompanhar sua própria gestão de saúde, pois o excesso de exames repetidos e que muitas sequer são retirados, encarece os custos de saúde de maneira geral.

Evento

José Claudio Cyrineu Terra, diretor-executivo de Inovação e Gestão do Conhecimento da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, explicou que “o evento é um grande momento para fortalecer o ecossistema e potencializar a geração de oportunidades e parcerias entre os empreendedores e grandes players, além de ser uma oportunidade para todos conhecerem o modelo de atuação do Einstein em inovação”.

Simultaneamente ao Encontro, será realizado o 8º Circuito Einstein de Startups, um espaço dedicado a empresas selecionadas pela Eretz.bio, incubadora de startups do Einstein, para expor suas soluções de tecnologia em saúde.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização