News

ENG amplia mercado de mesa digital de anatomia

A ENG DTP & Multimídia comercializou em 2017 a Mesa Digital de Anatomia, o MaxPad, para mais de 12 instituições de ensino em todo o Brasil, entre elas, as Faculdade Irecê (FAI), a Faculdade de Ciências de Guarulhos (FACIG), a Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM), no Espírito Santo, e o Instituto para o Desenvolvimento da Educação (IPADE), de Fortaleza. Para 2018, a empresa prevê que cerca de 24 instituições de ensino brasileiras adquiram as mesas para dar aos alunos o melhor ensino, utilizando a tecnologia como um catalizador do aprendizado.

A mesa, que foi desenvolvida para cursos de saúde, como medicina, veterinária, enfermagem, educação física, fisioterapia, entre outros, é multitoque e totalmente criada para o estudo da anatomia humana em português e que possibilita a visualização e o compartilhamento de imagens DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine ou Comunicação de Imagens Digitais em Medicina).

A solução permite que os profissionais de ensino realizem análises de casos reais por meio das imagens, fazendo medições, cortes e avaliações de tecidos, além de colorizações para destaques de vasos sanguíneos, órgão e diferentes partes do corpo. Além disso, com as imagens inseridas no sistema, é possível realizar planejamentos, exatamente como são feitos no dia a dia de clínicas e hospitais, possibilitando avaliação das necessidades e apresentando as soluções viáveis, tornado as aulas mais dinâmicas e interativas, inclusive com utilização de áudio e visual como métodos de ensino.

Por meio do MaxPad é possível, por exemplo, que o professor receba, em tempo real, um exame de imagem, e demonstre aos alunos todo o tratamento via imagens em 3D, com a possibilidade de dissecação de órgãos capturados pela imagem. “É notória a melhora no processo de aprendizagem quando utilizamos uma solução como a Mesa Digital de Anatomia. O equipamento permite a utilização de qualquer software educacional que roda em no sistema Windows, suportando softwares de mapas anatômicos em 3D, dando aos alunos a vivência do uso das imagens, o que é rotina profissional”, explica Álvaro Venegas, diretor geral do Grupo ENG.

A Faculdade FACIG de Manhuaçu, em Minas Gerais, já tem cerca de 400 alunos utilizando a solução da ENG e calcula que Mesa deve impactar na formação de mais de 2000 profissionais nos próximos cinco anos. “Com a aquisição do MaxPad, podemos oferecer aos alunos o contato com imagens reais do corpo humano, lidando tanto com casos anatômicos como de patologias, possibilitando o contato com situações reais que o futuro profissional encontrará no exercício da atividade, o que faz com que cheguem ainda mais preparados para as fases de internato e estágio, além de quando se tornarem profissionais”, pontua Thales Reis Hannas, diretor geral da instituição.

“Cada vez mais sinto que as Instituições de Ensino querem trazer para dentro da sala de aula, ferramentas que possam facilitar o aprendizado”, comenta Fernanda Brito da ENG. “Em qualquer nível de atuação, é importante que o futuro profissional faça simulações para enfrentar situações de complexidades crescentes e aprimorar o raciocínio clinico. Os benefícios da Mesa Digital de Anatomia são muitos. ” complementa.

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é o indicador oficial que analisa fatores como a qualificação dos professores, a infraestrutura disponível para os alunos e os recursos didático-pedagógicos empregados em sala de aula. Essa nota é dada a graduações de todo o Brasil pelo MEC, podendo variar de 1 a 5. Já em funcionamento e com excelentes resultados, a ENG prevê um incremento de 1 a 2 pontos na nota do MEC para as instituições de ensino que utilizam a solução.

Patrocínio Gold

Patrocínio Silver

Patrocínio Bronze

 

Patrocínio WIFI

Apoio

Parceiro de Mídia

Parceiros Institucionais

Realização