News

Farmacêutica lança plataforma de streaming para educação médica no Brasil

A farmacêutica Eli Lilly acaba de lançar no Brasil sua plataforma de streaming on demand, chamada Lilly Play. A fim de facilitar o acesso dos profissionais de saúde e médicos a conteúdos que aprofundem seus conhecimentos, o espaço virtual reunirá vídeos sobre doenças, artigos científicos, medicamentos, cobertura de congressos e aulas médicas

De acordo com dados do eMarketer, atualmente, 53% dos médicos preferem usar meios digitais para atualizarem seus conhecimentos técnicos sobre tratamentos, doenças e novos medicamentos. Além disso, as pesquisas também apontaram que 55% destes profissionais acessam vídeos com o objetivo de continuar se especializando na área em que atuam.

“O Lilly Play é uma inovação na área da saúde, não apenas por proporcionar conteúdos exclusivos e trazer facilidade na busca de informações, mas também por aproximar os profissionais desta área e se adequar às novas demandas trazidas por eles, garantindo flexibilidade e conveniência no dia a dia. Por exemplo: para um médico de uma cidade do interior do Rio Grande do Sul (RS), nem sempre é fácil se deslocar até um congresso em São Paulo (SP). Se este profissional tiver como assistir alguns conteúdos do evento por meio da plataforma, ele não deixará de estar atualizado e poderá administrar melhor seu tempo”, comenta Karla Alcázar, presidente da Lilly Brasil.

Outros benefícios da plataforma para os profissionais de saúde são providenciar informações que eles considerem relevantes para sua prática clínica, recomendar conteúdo de acordo com sua especialização e proporcionar uma melhor administração do tempo, garantindo que o conteúdo esteja disponível quando quiserem e onde estiverem.

O serviço é completamente gratuito e o cadastro no site está disponível apenas para médicos e profissionais da saúde. Isso porque, no momento do cadastro, será necessário inserir o número do registro profissional, confirmado em tempo real em um sistema que cruza os dados inseridos no Lilly Play com o órgão responsável pelo registro.