Sem categoria

Fiocruz realiza hackathon de apps de saúde

A Fiocruz realizou no último fim de semana um hackathon para a criação de protótipos de apps e games voltados para saúde. Cerca de 50 pessoas participaram, entre programadores, designers e outros profissionais, divididos entre 13 equipes.

Cada uma concorreu em um dos seis desafios propostos pela fundação: 1) app de apoio ao banco de leite humano; 2) app de monitoramento e controle de vetores; 3) app de apoio ao cumprimento das regras da NBCAL (Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes e Crianças de Primeira Infância); 4) game de estímulo ao acesso aberto a artigos científicos; 5) game para o Museu da Vida; 6) game para estimular a prática de exercícios e uma alimentação saudável dos funcionários da Fiocruz.

Foi escolhido um vencedor para cada categoria e agora as equipes serão estimuladas a levar adiante o desenvolvimento dos produtos. O editor de Mobile Time, Fernando Paiva, participou da comissão julgadora que escolheu os vencedores.

Um dos projetos que mais chamou a atenção foi o do app para ajuda na coleta de leite materno para crianças recém-nascidas. Apenas 60% da demanda nacional é atendida atualmente. Boa parte do leite coletado com doadoras é perdido porque demora a chegar ao seu destino. O app vencedor nessa categoria consiste em traçar rotas para agilizar o processo de coleta, além de facilitar a comunicação entre as mães doadoras e a rede brasileira de bancos de leite humano.