News

HDS e Carenet desenvolvem prova de conceito com foco em IoT voltado para saúde

Aproximar grandes empresas de tecnologia com os startups pode trazer resultados muito positivos. Exemplo disso foi a PoC (prova de conceito) desenvolvida pela Hitachi Data System e pela startup Carenet Longevity, em um desafio proposto por uma grande empresa de seguros. Juntas, as duas empresas desenvolveram em apenas 8 horas de trabalho uma prova de conceito que une a Internet das Coisas (IoT) com Business Intelligence e Analytics, gerando dados de saúde e análises para a empresa utilizar com seus clientes e, assim, conseguir baixar seu índice de sinistralidade.

Para o desenvolvimento da PoC foram utilizados equipamentos como Glicôsimetro, Oximetria, balança de bioimpedância, medidor de pressão arterial e monitores de atividade física e sono. Os dados de monitoramento foram apresentados para a seguradora, que obteve informações sobre a saúde do usuário. A solução é capaz de coletar e tratar dados sobre: nível de atividade física, qualidade do sono e parâmetros de gestão de saúde, como peso e índice glicêmico. Essas informações podem auxiliar a seguradora a reconhecer grupos de risco, desenvolver programas para melhorar a saúde de seus usuários, além de oferecer descontos e programas especiais para as pessoas mais ativas. Isso tudo foi pensado para melhorar a saúde dos seus clientes e prevenir gastos futuros com cirurgias e tratamentos.

A Carenet possui experiência em coletar dados de saúde de seus usuários, obtidos através de wearables e sistemas de mHealth, e transformá-los a partir de uma plataforma informações para empresas do ramo. Já a HDS é reconhecida por suas soluções em BI, Analytics e IoT. Juntas as duas conseguiram trabalhar com agilidade e inovação, para oferecer uma solução que realmente resolvesse a dor do cliente. “Com os dados obtidos, a empresa pode decidiro que fazer. Desde pedir para o cliente tomar mais água até realizar um exame ou ainda enviar o médico para fazer uma visita urgente”, explica o diretor de Negócios da HDS, Redson Silva. “Esse tipo de solução pode ser muito útil para empresas que trabalham com seguros de vida, planos de saúde ou até mesmo para os profissionais de recursos humanos utilizarem com os funcionários dentro de suas empresas”.

Além de dados sobre saúde, é possível desenvolver também soluções de IoT para diferentes áreas. “Ficamos muito contentes com o resultado obtido graças a este desafio. Para nós é muito interessante criar em conjunto com o cliente soluções perfeitas para suas necessidades. A IoT pode ser facilmente adaptada para diferentes cenários, então queremos que as empresas imaginem como nós podemos resolver hoje os problemas que elas terão no futuro. Trabalhando de forma preditiva é possível gerar mais saúde, segurança e economia.”, finaliza o diretor.