News

Tecnologia pode reduzir casos de glaucoma

Entre as inovações digitais que serão apresentadas no Global Summit Telemedicine uma delas abordará o Preceyese, uma plataforma projetada para reduzir o risco do glaucoma, melhorando o tratamento por meio da detecção precoce, aperfeiçoamento de monitoramento e manejo. Esta doença pode causar cegueira e já afeta cerca de 900 mil pessoas no Brasil. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o glaucoma afetará 80 milhões de indivíduos no mundo inteiro em 2020.

Em sua conferência, Pini Ben-Elazar, diretor executivo da Mor, mostrará como dados de saúde gerados e armazenados de forma simples e em conjunto com médicos, profissionais e os próprios cidadão já solucionam demandas de atenção primária sem que as pessoas precisem sair de casa ou de suas comunidades.

Sobre Pini Ben-Elazar

É executivo de negócios com mais de 20 anos de experiência em liderança para mudanças e crescimento estratégico no setor de Saúde. Com MBA pela Johnson & Wales University, de Rhode Island (EUA), é diretor executivo da Mor desde 2003. Nesse período na companhia, foi responsável pela criação de 60 startups, nos campos farmacêuticos, de dispositivos médicos, diagnósticos e saúde digital.

Também tem trabalhado para criar colaborações com parceiros em todas as disciplinas do setor de Saúde, a fim de conduzir inovação e crescimento significativos para o portfólio da Mor. Antes da empresa, já atuou como diretor e presidente do conselho de outras 35. Fundou a Bio-Gal Pini, por exemplo, empresa biotecnológica que lida com mieloma múltiplo, e foi fundida com a XLT, de capital aberto. Ainda foi diretor executivo da ON Centros Médicos, modelo de franquias e empresas que resultou na abertura de 70 clínicas em 17 países, com 400 médicos empregados.