News

TOTVS apresenta os pilares do hospital do futuro

Investindo cada vez mais no segmento de saúde, a TOTVS participa da Hospitalar 2017, mostrando como um hospital comum pode se transformar em hospital do futuro. Tudo isso, baseado em três pilares: performance clínica, resultado e compliance.

Por acreditar que o setor precisa estar amparado por inovação de ponta para colocar em prática a sua transformação digital por completo e para cada pilar, a TOTVS oferece tecnologias aderentes às rotinas dos profissionais de saúde. No apoio à performance clínica, os médicos e enfermeiros podem contar com o Prontuário Eletrônico (PEP 2.0), uma ferramenta que proporciona uma experiência completa para o atendimento e traz informações de maneira dinâmica e centralizada para auxiliar no cuidado ao paciente e na tomada de decisões.

O segundo pilar, resultado, é ancorado em ferramentas que viabilizam a redução de despesas. Entre as soluções, destacam-se o TOTVS Smart Analytics, software de Business Intelligence, desenvolvido em parceria com a GoodData, e a solução de gestão de custos hospitalares. Ambas são capazes de auxiliar o gestor em um controle apurado dos seus recursos, atendendo a diferentes metodologias utilizadas na área de saúde.

Já o terceiro pilar permeia toda a oferta da fornecedora para segmento, o compliance. A empresa tem uma estrutura criada para ajudar os seus clientes a atenderem todas as regras do Governo e órgãos reguladores. “O hospital do futuro tem que estar fundamentado nesses três pilares e na interoperabilidade dos sistemas. O grande foco, no final, é conquistar o engajamento do paciente no seu tratamento e a tecnologia é, sem dúvidas, a nossa maior aliada”, afirma Luciano de Oliveira, gestor executivo de Saúde da TOTVS.

Outro destaque é o investimento no fluig, plataforma de transformação digital da TOTVS, no apoio ao processo de acreditação –  conjunto de normas e padrões mínimos de gestão e de condutas técnicas. Nesse conceito, são instituídos modelos de certificação que impõe regras a serem cumpridas que consequentemente melhoram a gestão, a qualidade do atendimento e também a segurança do paciente.

Entre os benefícios estão: o engajamento das equipes; criação de uma cultura voltada à qualidade; registros e formalização dos processos; mensuração dos resultados com dashboards inteligentes; eficácia nas ações de comunicação interna e apoio capacitação contínua do corpo clínico. “O fluig é uma plataforma de colaboração que auxilia na adequação das instituições hospitalares para o aumento da qualidade e produtividade que levam à acreditação. Além disso, ele foi parametrizado para ajudar reduzir o número de glosas e contribuir com o aumento da rentabilidade – dois desafios importante para a saúde”, finaliza Oliveira.