News

Cade aprova compra da Mediplan pela Notre Dame com restrições

Nesta quarta-feira, 22, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, com restrições, a aquisição do controle da Mediplan Assistencial pela Notre Dame Intermédica. A operação também inclui a aquisição dos hospitais Samaritano e Maternidade Samaritano, pertencentes à Mediplan, situados em Sorocaba/SP. As empresas atuam como operadoras de planos de saúde.

Em seu voto, a conselheira relatora, Polyanna Vilanova, analisou possíveis riscos à concorrência resultantes da verticalização das operadoras com hospitais próprios. Em tese, a Intermédica poderia retirar o Hospital Samaritano da lista de hospitais credenciados de outras operadoras. A análise, no entanto, concluiu que tal ato seria economicamente irracional.

“Observo ainda que o Hospital Samaritano, caso proceda à restrição de atendimento de outros planos de saúde, não teria demanda remanescente de beneficiários de seu próprio plano para substituir essa parcela hoje demandada por planos concorrentes, o que refletiria em aumento da sua ociosidade”, observou a relatora.

A aprovação da operação foi condicionada a um Acordo em Controle de Concentrações (ACC), com remédios comportamentais, a fim de preservar as condições de concorrência nos mercados impactados pela operação.

Entre as obrigações previstas no ACC, as partes concordaram em não discriminar planos de saúde concorrentes nos hospitais da operação, bem como manter o credenciamento dos hospitais concorrentes.