Escolha uma Página

Após liberação emergencial de consultas por telemedicina pelo Ministério da Saúde em decorrência da pandemia de COVID-19, a rede de centros médicos dr.consulta lança o dr.consulta online, um serviço de teleatendimento para mais de 20 especialidades médicas, como clínico geral, cardiologia, dermatologia, geriatria, psicologia, pediatria entre outras.

A empresa deu o primeiro passo nesta direção quando, no início de março, colocou no ar a orientação médica por vídeo para casos suspeitos de gripe e/ou coronavírus. Com a forte demanda de pacientes, em poucos dias a rede somou cerca de 1.000 atendimentos realizados por meio da plataforma.

“Nosso objetivo é aumentar e garantir ACESSO das pessoas a consultas médicas de qualidade onde quer que elas estejam, permitindo que continuem cuidando da sua saúde e ao mesmo tempo respeitando a orientação de não sair de casa durante a pandemia. Além disso, recebemos ótimos retornos de nossos pacientes, que pediam para estendermos a consulta virtual para outras especialidades”, afirma Renato Velloso, CEO do dr.consulta.

Tudo isso é possível, pois o dr.consulta utiliza uma plataforma tecnológica desenvolvida dentro da empresa, que inclui prontuários e protocolos específicos para essa modalidade de atendimento, leis para proteger a privacidade do paciente e um corpo clínico de mais de 1.300 profissionais capacitados para atender os pacientes de forma segura, rápida e precisa.

O paciente poderá agendar pelo site, call center ou aplicativo, e na hora marcada por ele, um médico entrará em contato para realizar o atendimento. A consulta também inclui o retorno que será feito da mesma forma. O atendimento pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h30, e poderá ser estendido conforme a demanda.

“No primeiro momento vamos gerar mais de 2.000 consultas por dia entre as diferentes especialidades, dando opções para a população, e ajudando a desafogar o sistema público de saúde e hospitais, que poderão focar os recursos nos casos mais graves e emergenciais”, complementa Velloso.

Os médicos irão atender de suas casas ou consultórios próprios, usando diretamente a plataforma do dr.consulta, na qual é possível acessar o prontuário eletrônico do paciente, resultados de exames e todas as informações necessárias para um atendimento efetivo. Os profissionais também estão autorizados a emitir atestados ou receitas, assinando os documentos eletronicamente e os enviando por e-mail.