News

Dräger apresenta novo conceito no cuidado crítico dos pacientes

Com o objetivo de introduzir um novo conceito no cuidado crítico, com resultados positivos para pacientes e profissionais da saúde, a Dräger, empresa alemã do segmento de tecnologia e segurança hospitalar, apresentou em seu estande na Hospitalar 2019, um ambiente que reproduz o dia a dia de um centro cirúrgico, UTIs – adulto e neonatal – e área de emergência, com todos os dispositivos e serviços oferecidos para alcançar melhores resultados clínicos e operacionais.

A tecnologia apresentada tornar o fluxo de trabalho mais rápido e fácil para os médicos, com interfaces intuitivas em todas as estações de trabalho, reduzindo assim o número de erros. Os dados os são compartilhados e disponíveis nas várias plataformas para apoiar a tomada de decisões.

Segundo a empresa, as inovações no design do local de trabalho e no gerenciamento de informações clínicas podem melhorar a segurança do paciente e os resultados, suportando simultaneamente altos rendimentos do centro cirúrgico com a máxima flexibilidade.

Monitoramento com e sem fio em tempo real.

Outro destaque da empresa é o Infinity OneNet, sistema de monitoramento com ou sem fio, que permite o monitoramento de pacientes dentro do ambiente hospitalar. Alberto Aprígio, gerente de Marketing & Produtos – Conectividade da Dräger, explica que a solução está disponível em português e que o dispositivo móvel do equipamento pode ser acessado pelos pontos de acesso WiFi da instituição hospitalar com toda a segurança para os pacientes.

Ele melhora qualidade de serviço, e através de um recurso próprio, e gerencia o tráfego de rede, providenciando a largura de banda necessária para disponibilizar informações essenciais através do monitor de pacientes.

A Dräger enfatiza que oferece aos hospitais soluções completas que vão desde o fornecimento de equipamentos, peças e acessórios originais, até contratos de serviços que possibilitam um melhor gerenciamento da base instalada, o que aumenta a eficiência operacional e a rentabilidade das instituições.