News

eCare oferece ferramenta que auxilia empresas identificar doenças mentais

O Brasil já é líder no ranking mundial de depressão e ansiedade, sendo responsável por 10% dos casos no mundo. Estima-se que 10% a 18% da população brasileira terá depressão em algum momento ao longo da vida, impactando os meios sociais, profissionais e até mesmo os cofres públicos do País.

“Depressão e doenças mentais, além de prejudicar a pessoa em sua qualidade de vida, na redução do desenvolvimento cognitivo, físico e absenteísmo, também afeta as empresas em seus resultados com colaboradores apresentando dificuldades sociais e improdutivos”, afirma Primo Paganini diretor Médico da eCare. “Isso também gera impacto para os cofres públicos, que identificaram um aumento de 20 vezes nos pagamentos de auxílio doença nos últimos 10 anos”, completa.

No ambiente corporativo o impacto é grande: dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que 44% dos funcionários apresentam algum problema relacionado à doença mental, que hoje já é a segunda maior causa de afastamento do trabalho, chegando ao número médio de 100 dias por ano.

Visando combater essas doenças e tratar as dores dos pacientes, a eCare oferece às empresas ferramentas para mapeamento, diagnóstico, planejamento, intervenções e acompanhamento de seus funcionários por psiquiatras. E empresa é responsável por mais de 200 mil consultas por ano e 4,5% do volume de mercado no País.

“Quando olhamos para os números, vemos que depressão e ansiedade apresentam perda de produtividade anual de mais de um trilhão de dólares ao redor do mundo. Nossa missão é fornecer recursos necessários para promover e melhorar a saúde mental, ajudando pessoas a empresas em todo o Brasil.