News

Em 3 segundos, aparelho realiza teste ocular em crianças a partir de 6 meses

A Hillrom apresentou durante a Hospitalar 2109, o Welch Allyn Spot Vision Screener. aparelho que permite fazer a triagem de forma simples e não invasiva dos fatores de risco para ambliopia, até cinco diferentes refrações e estrabismo comuns no país, entre eles o estrabismo, miopia, hipermetropia, astigmatismo, anisometropia e anisocoria.

“Nos primeiros meses de vida já é possível identificar diagnósticos precoces que mitigam patologias futuras e permitem o tratamento em uma fase em que a visão ainda está em desenvolvimento.  Ele á fácil de utilizar, – já que “tira fotos” dos olhinhos da criança em menos de 3 segundos –, sendo que dinâmica dos exames foi pensada para tranquilizar os pequenos. Em um ambiente escuro, calmo e com sons de passarinhos, os profissionais se encarregam de entreter a criança por alguns segundos, tempo necessário para a “foto” da triagem”, explica Bernardo Medrado, country manager da Hillrom no Brasil. “O exame oftalmológico feito em crianças pelo método tradicional exige tempo e, muitas vezes, não gera o resultado esperado, já que crianças não alfabetizadas têm dificuldades em identificar as letras e os símbolos”, acrescenta.

Projetado para tornar a triagem visual mais fácil, o equipamento requer esforço mínimo e está transformando a triagem visual em crianças, pois permite a realização de grande quantidade de exames em pouco tempo. Medrado explica que empresa está fazendo algumas provas de conceito (POCs) para liberação do equipamento, que custa em torno de R$ 25 mil a unidade. A Hillrom oferece o Welch Allyn Spot Vision Screener no modelo de serviço, onde o cliente pode pagar por exames realizados, que pode viabilizar o uso em escolas, por exemplo, tanto pública quanto privadas.  “Os resultados são rápidos e há pouca necessidade de treinamento para o seu uso. Bem intuitivo, o Spot Vision Screener tem a possibilidade de ser usado em um modelo de assinatura. É possível que a instituição pública pague um fee mensal pelo uso do produto, o que barateia os custos da operação ainda mais”, enfatiza

Produto

O Spot Vision Screener, equipamento desenvolvido pela Welch Allyn, da Hill-Rom, é um dispositivo de mão portátil projetado para ajudar os usuários a detectar rapidamente e de forma precisa problemas de refração. Tem capacidade de fazer a triagem de forma simples, rápida e eficiente de doenças relacionadas à visão de pacientes a partir dos seis meses de idade até a vida adulta.

O método inovador é capaz de substituir o exame tradicional que faz a triagem solicitando ao paciente a identificação de letras e símbolos. A partir de um equipamento comparado a uma câmera digital, basta olhar para ele por alguns segundos e “tirar uma foto”; o resultado da triagem completa vem na sequência, sem depender de nenhuma participação do paciente. Tudo isso em no máximo 3 segundos. O exame é capaz de identificar cinco tipos de refração e estrabismo. Entre eles, miopia, hipermetropia, astigmatismo, anisometropia e anisocoria.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a cada dez casos de perda de visão, oito poderiam ser evitados se detectados precocemente com visitas periódicas ao oftalmologista. Com o Spot Vision Screener, esse exame pode ser realizado em qualquer idade (a partir de seis meses). explica Bernardo Medrado, country manager da Hill-Rom no Brasil.

Tecnologia a favor da saúde pública

Além de trabalhar pelo diagnóstico precoce e garantir resultados mais efetivos, o Spot Vision Screener também chega para resolver um problema de saúde pública. No Brasil as filas para atendimento de um oftalmologista no sistema público podem demorar até um ano ou mais, dependendo da região. Por ter capacidade de fazer a triagem em pouquíssimo tempo, o Spot Vision Screener pode cooperar muito para a diminuição desse índice. “É evidente a sobrecarga do sistema público de saúde na oftalmologia. Além de contribuir para o fim das filas, a triagem feita pelo Spot Vision Screener pode filtrar do sistema as idas desnecessárias ao médico”, pontua o presidente da Hill-Rom Brasil.

Tecnologia e inovação

O Spot Vision Screener também traz vantagens significativas para o corpo clínico e foi projetado para facilitar ao máximo a rotina dos oftalmologistas. Com uma tela sensível ao toque, o equipamento é portátil, leve e oferece conexão sem fio, além de facilitar a importação e a exportação dos registros de pacientes pela porta USB.

“A possibilidade de importar e exportar os dados por USB contribui para a melhor coordenação de cuidados do paciente e também para a melhor gestão. A possibilidade de obtenção de relatórios com os dados da triagem auxilia na melhor orientação aos pais e na tomada de decisão relativa ao paciente”, diz Medrado.

Prevenção

Na fase adulta, a partir dos 50 anos, é essencial monitorar doenças de maior incidência da idade como o glaucoma e a catarata. Sobretudo exames de rotina têm importante função preventiva para diagnósticos precoces e tratamento de doenças ainda no início.

Embora o Brasil tenha 1,2 milhão de cegos e cerca de 4 milhões de deficientes visuais, estudos da OMS também mostram que de 60 a 75% dos casos seriam evitáveis e/ou curáveis. No mundo, existem cerca de 45 milhões de cegos e o triplo de deficientes visuais. O grande problema é que as pessoas não têm o hábito de procurar o oftalmologista de forma rotineira para checar se está tudo se desenvolvendo como deve e só procuram um especialista quando estão sentindo a visão prejudicada.

“Os resultados obtidos por meio do exame rápido ajudam especialistas em cuidados oculares a obter dados mais precisos. Além disso, contribuem para uma melhor avaliação da necessidade de exames médicos mais completos”, comenta medrado ao mencionar as vantagens do método automatizado na busca pela saúde visual da população.