News

IBPT firma convênio com Hospital Erasto Gaertner

Uma parceria inédita entre o IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação e o Hospital Erasto Gaertner foi firmada recentemente. Por meio dela, as pessoas que decidirem doar as suas notas fiscais, sem a inserção do CPF, podem fazê-lo por meio do aplicativo Citizen, do IBPT.

As doações obtidas por meio das notas fiscais têm como destino a construção do Erastinho, hospital 100% infantil para tratamento de pacientes com Câncer. “O Hospital Erasto Gaertner vai incentivar que as pessoas interessadas em realizar doação de notas fiscais para o estabelecimento passem a utilizar o aplicativo Citizen para essa finalidade. Por meio de nossas plataformas, conseguimos identificar a quantidade de doações realizadas”, diz o presidente-executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

Solidariedade na palma da mão

Quem está habituado a pedir a nota fiscal sem o CPF e doá-la para instituições, encontra no Citizen um aliado. A partir de agora, as notas coletadas e escaneadas por meio do aplicativo e em que não constarem o CPF, serão imediatamente doadas ao Hospital Erasto Gaertner que receberá as doações para a construção do Erastinho.

“Essa é uma forma que o IBPT encontrou de dar suporte a uma causa tão nobre como essa. A construção do Erastinho vai ampliar a capacidade de atendimento do Erasto Gaertner, além de atender com exclusividade a crianças que veem de todo o Brasil buscar o atendimento de referência nacional executado por eles”, diz Olenike, que completa: “a nota fiscal sem CPF será muito bem-vinda e seu retorno será muito bem aplicado”.

De olho nos gastos e nos impostos

Protagonista em assuntos que estão diretamente ligados ao cotidiano do cidadão brasileiro, o IBPT lançou recentemente o aplicativo Citizen – Cidadão contribuinte, nele, o usuário consegue ter uma dimensão de seus gastos e saber exatamente para onde seu dinheiro está indo. “É o primeiro aplicativo do Brasil a reunir as mais variadas informações sobre os hábitos de consumo do cidadão. Ali ele fica sabendo qual item custou mais caro, em qual estabelecimento suas compras foram mais vantajosas e com um diferencial único dos demais aplicativos que prometem o gerenciamento dos gastos: no Citizen, o usuário consegue saber quanto daquilo que ele pagou são tributos”, conta Olenike.

Disponível nas plataformas Android e iOS, após baixar o aplicativo e fazer o cadastro inicial, o usuário faz a leitura do QR Code da Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica (NFC-e) ou do código de barras do DANFE da NFe (Nota Fiscal Eletrônica) de cada compra, podendo também lançar notas fiscais de meses anteriores. Por meio do app é possível controlar os gastos por categoria, data, valor total, estabelecimento onde comprou e pesquisar a evolução do valor unitário de cada bem ou mercadoria. Após seis meses de uso constante, registrando compras em supermercados, farmácias, lojas, postos de combustíveis e restaurantes, o aplicativo identifica a inflação do usuário.