News

Instituto do Câncer do Ceará traz inteligência artificial para o tratamento do câncer no Brasil

A IBM e o Instituto do Câncer do Ceará (ICC) revelaram como o uso da inteligência artificial (IA) está apoiando o tratamento oncológico e a tomada de decisões clínicas no Brasil. Além disso, os médicos do ICC apresentaram dois estudos na ASCO, reunião anual da American Society of Clinical Oncology, que ressaltam o impacto da tecnologia no tratamento do câncer. As pesquisas trazem, respectivamente, a avaliação da aceitação médica relativa ao uso da IA, tendo como amostragem o Corpo Clínico do ICC, e a aplicação da Inteligência Artificial para o tratamento de Câncer de Próstata, trazendo resultados animadores.

Primeira instituição a utilizar o modelo de Linha de Cuidado, o ICC potencializa a aplicação da Inteligência Artificial com a validação da tomada de decisão terapêutica por parte das equipes de saúde da instituição. Nos últimos 18 meses, o ICC utilizou o Watson for Oncology para suportar o tratamento de cerca de 300 pacientes por mês, ajudando a apresentar um tratamento mais assertivo para a população do sistema público de saúde de acordo com as melhores propostas terapêuticas globais e com a chancela do Memorial Sloan Kettering Cancer Center, instituição referência mundial no tratamento do câncer e que treina a solução Watson for Oncology, da IBM.

IA, uma aliada na saúde

No primeiro estudo, realizado com 48 pacientes com câncer de próstata, foi avaliada a terapêutica dos pacientes realizada pelo ICC e as sugestões de tratamento do Watson for Oncology (WfO) no processo de tomada de decisão compartilhada. A concordância total ou parcial entre o Watson for Oncology e decisões compartilhadas de tratamento foi observada na maioria dos pacientes.

Além disso, outra pesquisa, desta vez realizada com um grupo de oncologistas do ICC, revelou altos níveis de satisfação dos médicos com o Watson for Oncology. A maioria disse que a tecnologia excede as expectativas e concordou que a ferramenta é fácil de entender e fornece informações completas, relevantes e acionáveis em um momento apropriado. 71,4% dos participantes da pesquisa expressaram afirmações positivas (concordam ou concordam fortemente) referentes ao uso do Watson for Oncology para apoiar melhores decisões no tratamento. Estes resultados indicaram que mais de 85% concordaram que o WfO fornece informações relevantes e acionáveis no momento certo em seu fluxo de trabalho. Além disso, mais de 50% afirmaram que o WfO superou suas expectativas como uma ferramenta de apoio à decisão clínica para o gerenciamento de pacientes.

Visão 360º do paciente

O modelo de Linha de Cuidado desenvolvido pelo ICC coloca o paciente oncológico no centro da assistência, que é acompanhado a partir de uma visão integral e personalizada. Para isso, integra médicos e equipe multiprofissional com o suporte da tecnologia para validar e reforçar o caminho terapêutico que é tomado, paciente por paciente. Com 12 mil novos casos de câncer atendidos por ano, o ICC usa a solução cognitiva da IBM, trazendo para a jornada do paciente a excelência da tecnologia e das possíveis opções globais para o tratamento.

“O Watson for Oncology tem um impacto real, impulsionando as equipes de saúde a ter em mãos o suporte tecnológico das mais atualizadas referências em literatura oncológica. Isso otimiza a tomada de decisões baseadas em evidências, trazendo para o SUS a personalização e a assertividade, fundamentais para a terapêutica do câncer”, disse Pedro Meneleu, CEO do ICC. A aplicação da tecnologia no Sistema Único de Saúde, que tem um grande volume em termos de demanda assistencial, traz para esse público de forma pioneira a assistência integral aliada da tecnologia de um Sistema Especialista como o Watson for Oncology, aponta.

Transformação digital na Saúde

Espera-se que os dados médicos dobrem a cada 73 dias até 2020[1]. Profissionais de saúde diariamente têm que tomar decisões críticas sobre tratamentos e drogas e é impossível ler milhares de estudos na literatura.

“Como mostra a experiência do ICC, nossa tecnologia está melhorando a maneira como os médicos escolhem tratar o câncer no mundo real”, disse Fabio Mattoso, líder de Watson Health da IBM no Brasil. “Em meio à explosão de informações valiosas na área de saúde globalmente, a IA é uma tecnologia poderosa para lidar com os grandes dados da literatura médica e para ajudar a aumentar o poder dos profissionais de tomar decisões baseadas em evidências”.