Blog News

Inteligência Artificial ajudando na gestão do peso para uma vida saudável

A Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas do Ministério da Saúde do Brasil revelou em 2018 que metade da população do país apresenta excesso de peso (55,7%) e a obesidade atinge um em cada cinco brasileiros. Esses dados são alarmantes, pois existem aproximadamente 30 doenças associadas ao excesso de peso e a obesidade que vão impactar fortemente em setores vitais da economia e sociedade, tais como: acesso ao mercado de trabalho, produtividade das empresas, custos com planos e seguros de saúde, programas de saúde preventiva públicos e privados, dentre outros.

Frente aos números apresentados, emagrecer e perseguir uma vida mais saudável torna-se prioridade na lista da necessidade e de desejo de muitas pessoas. Porém o mundo conectado em que vivemos nos confronta com fortes desafios. Um dos principais é manter dieta estritamente controlada, que se tornou uma tarefa ainda mais difícil com a disponibilidade atual de aplicativos que mudaram a maneira das pessoas se alimentarem ao facilitar o acesso rápido e irrestrito a um grande número e variedade de opções de restaurantes, desde fast food até gourmet, como também a alimentos saborosos e altamente calóricos. Períodos do ano como férias e a chegada do verão, quando é fácil comer demais, também são agravantes no processo de conseguir qualidade de vida e o peso ideal.

Qualquer mudança em nossa alimentação que restrinja a ingesta é complexa, pois nosso corpo responde rapidamente a essa redução com desconforto, em contrapartida isso não acontece quando comemos em excesso. Esta é uma experiência que muitos já experimentaram ao tentar uma dieta restritiva.

Entender como é fácil comer demais, não significa que a perda de peso rumo a uma vida mais saudável não possa ser alcançada. Mas, de fato, saber disso pode ajudar no gerenciamento do peso ideal, por estar mais consciente das escolhas alimentares.

Tecnologia em benefício de mais Saúde

Hoje, tecnologias emergentes como Big data, IoT, Inteligência Artificial e outras podem impactar positivamente na saúde e se tornaram grandes aliadas para nos auxiliar a vencer o desafio do emagrecimento com o objetivo de levar uma vida bem mais saudável.

Vale destacar que apesar de nosso peso ser uma medida dinâmica e flutuar no decorrer do dia, atualmente é representado em um único número, o que torna uma tarefa difícil para os monitores convencionais e aplicativos mostrarem seu valor real. Ver o peso dessa forma pode ser enganador e gerar uma desmotivação incrível, se o usuário não estiver recebendo as informações corretas sobre as suas lutas para perder peso e ser mais saudável.

Entretanto, a tecnologia somada a dados científicos já nos oferece o Sinque, uma ferramenta de gestão do peso estruturada eletronicamente em uma plataforma de relacionamento, que torna possível seu monitoramento diário de forma bem mais assertiva. Ela foi desenvolvida com base na ciência médica e algoritmo de Inteligência Artificial que, ao aprender com o comportamento do usuário, projeta o resultado do seu esforço nas próximas duas semanas e dessa forma encoraja sua aderência a programas de perda de peso e de saúde preventiva.

E o melhor, sem números, que evita confrontar o usuário e com isso facilitando de forma amigável e elegante a motivação para mudar seus hábitos diários e assim alcançar o sucesso no processo de emagrecimento, de maneira simples, mas efetiva.

Exercício físico regular é crucial

O exercício pode complementar as mudanças na dieta e ajudar a minimizar o aumento da fome experimentado apenas com a restrição de alimentos. Isso ocorre porque o exercício não causa um aumento da fome na mesma proporção que a dieta, apesar de também criar um déficit de energia para a perda de peso.

A fome é até mesmo reduzida quando o exercício é intenso, o que pode ajudar a evitar os desprazeres da fome ao mesmo tempo em que você aumenta o seu déficit de energia.

Rotina flexível é necessária

Independentemente da dieta que você escolher seguir, é provável que você precise de um grau de flexibilidade – uma vez que a maioria das dietas exigirá algum comprometimento. Muito provavelmente você terá convites para festas, almoços, jantares, comemorações com alimentos diferentes.

Estar ciente de que seu corpo provavelmente não responderá ao aumento da ingestão de calorias, significa que você pode ajustar seu comportamento para evitar e/ou compensar qualquer excesso de comida. Como exemplo, tendo mais consciência das escolhas alimentares nos dias antes ou depois de uma ocasião especial, ou aumentando seus níveis de exercícios, para combater os excessos.

O que tudo isso mostra é que, em última análise, não devemos confiar nos sinais de feedback do nosso corpo para detectar níveis de ingestão de calorias. Em vez disso, o monitoramento consciente da dieta e do estilo de vida é mais do que suficiente para contrabalançar o viés natural do corpo, em relação ao ganho de peso.

E, ao apreciar essa necessidade de monitoramento consciente, isso pode ajudá-lo a alcançar as metas de ter uma vida saudável, o peso ideal tão desejado e evitar aproximadamente 30 doenças associadas ao sobrepeso e a obesidade.

Professor Fábio Rocha, ecosystem manager BR na EasyWay2Health – Sinque.