News

Solução canadense de prótese robótica para as mãos vence o Imagine Cup 2018 da Microsoft

A canadense smartARM foi a campeã da Imagine Cup 2018 realizada pela Microsoft. A startup criou uma prótese robótica para as mãos, usando o Microsoft Azure Computer Vision, Machine Learning e Cloud Storage, que usa uma câmera embutida na palma da mão para reconhecer objetos e calcular a pegada mais apropriada para um objeto.

Com base no aprendizado de máquina, quanto mais o modelo é usado, mais preciso ele se torna. Como vencedores, a smartARM ganha uma sessão de tutoria com o CEO da Microsoft, Satya Nadella, com US$ 85.000 em dinheiro e uma doação de US$ 50.000 do Azure.

A equipe iCry2Talk da Grécia conquistou o segundo lugar com uma interface inteligente de baixo custo e não invasiva entre bebê e pai que traduz em tempo real o choro do bebê e o associa a um estado fisiológico e psicológico específico, retratando o resultado em um texto, imagem e mensagem de voz.

O terceiro lugar foi para a Team Mediated Ear of Japan por seu projeto, Mediated Ear, software para indivíduos com deficiência auditiva para se concentrar em um palestrante específico entre uma infinidade de conversas. Ouvido mediado pode transmitir sons específicos em formas de onda de áudio através de aprendizagem profunda.

Brasil

O Brasil um participou da competição com o projeto ADAM Robô, de Centro Europeu de Curitiba. Uma solução que utiliza inteligência artificial para identificar problemas oftalmológicos como miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia (vista cansada), e obter o resultado em até cinco minutos a preço acessível.

A solução é um sistema de monitoramento que mede, em tempo real, os sinais vitais de um paciente como temperatura, umidade, frequência cardíaca, oxigênio no sangue e atividade elétrica do coração por meio de aprendizado de máquina e inteligência artificial.